Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Curso de Psicologia – Sobral

Área do conteúdo

PSI0035 – PSICOLOGIA E SAUDE PUBLICA II

Justificativa: A disciplina Psicologia e Saúde Pública II objetiva continuar e aprofundar questões sobre a articulação/construção do saber psicológico com a história da Saúde Pública no Brasil. Discutir criticamente e problematizar a formação do psicólogo no campo da Saúde Pública, destacar aproximações e impasses da relação entre o saber psicológico, à clinica e a assistência à saúde enfatizando os dispositivos de intervenção, os diversos modos de atuação nas diversas áreas e temáticas e produção científica em Psicologia estão incluídos na proposta de trabalho. Possibilitar a interface e o diálogo com temas afins, que estão fortemente entrelaçados ao saber e à pratica psicológicos.

Ementa: Resgatar a definição de Saúde nos mais variados âmbitos e sua articulação com a pratica psicológica; Compreender as inserções do profissional de psicologia na saúde pública; problematizar conceitos tais como os de clínica, psicologia clinica/social; prática multiprofissional; modelo multi/inter disciplinar, trabalho em equipe, avaliação em saúde, formação profissional; proporcionar uma visão critica da formação em psicologia no campo das politicas públicas de saúde.

Objetivos:

  • Visa possibilitar reflexões sobre a formação em Psicologia e sua inserção no contexto de saúde pública, compreendendo como tais aproximações são construídas e modificadas, quais implicações para a construção da psicologia e sua reinvenção, além de interrogar e refletir sobre as possíveis formas de atuação;
  • Refletir sobre a construção do campo psicológico em Saúde Pública;
  • Compreender o processo de formulação e articulação da Psicologia com a Saúde pública;
  • Discutir criticamente os vieses sociopolíticos que se articulam com o campo referido;
  • Discutir criticamente o trabalho e a atuação do psicólogo nos diversos níveis de atenção à saúde;
  • Analisar e refletir a respeito dos possíveis impasses existentes entre a formação tradicional em psicologia e as novas demandas e convocatórias sociais que remodelam atuação profissional na assistência pública de saúde.
Acessar Ir para o topo